BOTAFOGO TROPEÇA EM CASA NA SÉRIE C

BOTAFOGO TROPEÇA EM CASA NA SÉRIE C

O Botafogo recebeu a Aparecidense no estádio Santa Cruz, na primeira de duas partidas em casa das quartas de final e perdeu por 2×3.

Confira os melhores momentos de Botafogo x Aparecidense e a entrevista do técnico Paulo Baier no final desta matéria

Agora, o Botafogo volta a campo pela competição nacional na segunda-feira (19), às 20h, no Estádio Santa Cruz, quando joga diante do Mirassol.

Antes, o Tricolor tem um desafio pela Copa Paulista. Nesta terça-feira (13), a equipe pega o São Caetano, pela partida de volta das quartas de final da competição. Como perdeu o primeiro jogo por 2 a 1, o Pantera necessita vencer por um gol de diferença para avançar.

O JOGO

Sem poder contar com o lateral direito Vidal, entregue ao departamento médico, Paulo Baier optou por uma formação mais ofensiva e escalou o atacante João Diogo. Assim, Ericson atuou pela lateral direita.

Após um começo de jogo truncado, o Botafogo abriu o placar. Aos 14 minutos, Tárik fez lindo lançamento para João Diogo, que desviou de cabeça e encobriu o goleiro Pedro Henrique para fazer 1 a 0.

Após o gol do Tricolor, a partida ficou muito equilibrada. Porém, a Aparecidense chegou ao empate. Aos 30 minutos, após cruzamento da direita, Gilvan recebeu dentro da área e finalizou no canto. No lance, os jogadores do Pantera reclamaram com o quarto árbitro Helder Brasileiro de Aquino, que demorou para fazer a substituição –entrada de Guilherme Mantuan no lugar de Ericson, lesionado.

No restante da etapa inicial, o confronto seguiu equilibrado.

No segundo tempo, o Botafogo começou com tudo. Logo no primeiro minuto, João Diogo encheu o pé de fora da área e carimbou o travessão.

Já a Aparecidense foi mais eficiente. Após enfiada de bola, Alex Henrique tocou para a rede e virou o placar: 2 a 1. No contra-ataque, a Aparecidense ampliou com Joãozinho, que tocou na saída de Deivity, aos 29 minutos.

Perdendo o jogo, Paulo Baier trocou o volante Tárik pelo atacante Dudu. Ele ainda tirou Fillipe Soutto e Bruno Michel para colocar Thiaguinho e Delgado, respectivamente.

O Pantera continuou atacando e conseguiu diminuir. Aos 31 minutos, Gustavo Xuxa foi derrubado dentro da área, pênalti. O camisa 10 cobrou e marcou.

Com muita raça e empurrado pela torcida, o Tricolor pressionou até o último minuto e chegou perto de empatar em chutes de Gustavo Xuxa, mas o goleiro Pedro Henrique fez duas defesas seguras e assegurou o resultado.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X APARECIDENSE
LOCAL: Estádio Santa Cruz/Arena Eurobike
COMPETIÇÃO: Série C do Campeonato Brasileiro
DATA: 11/09/2022
HORÁRIO: 11h
ÁRBITRO: Denis da Silva Ribeiro Serafim
ASSISTENTES: Pedro Jorge Santos de Araújo
VAR: Brígida Ferreira
CARTÕES AMARELOS: Guilherme Mantuan, Diego Guerra, Matheus Carvalho, Alexandre Vega e Tárik (Botafogo); Ricardo Lima, Joãozinho, Robert, Wesley Matos e Bruno Henrique (Aparecidense)
CARTÕES VERMELHOS: Ricardo Lima (Aparecidense)
GOLS: João Diogo, aos 14 minutos do primeiro tempo (Botafogo); Gilvan, aos 30 minutos do primeiro tempo (Aparecidense); Alex Henrique, aos 11 minutos do segundo tempo (Aparecidense); Joãozinho, aos 29 minutos do segundo tempo (Aparecidense); Gustavo Xuxa, aos 31 minutos do segundo tempo (Botafogo)
BOTAFOGO: Deivity; Ericson (Guilherme Mantuan) Diego Guerra, Marcel e Jean Victor; Tárik (Dudu), Fillipe Soutto (Thiaguinho), Gustavo Xuxa; Bruno Michel (Delgado) e Salatiel. Treinador: Paulo Baier
APARECIDENSE: Pedro Henrique; Adriel, Ricardo Lima, Wesley Matos e Rodrigues (Matheus Felipe); Renato, Rodriguinho (Bruno Henrique), Robert (Lucas) e Gilvan (Vanderlei); Joãozinho (Johnatan) e Alex Henrique. Treinador: Moacir Júnior

Confira os melhores momentos de Botafogo x Aparecidense

Confira a entrevista do técnico Paulo Baier

Foto: Luiz Fernando Cosenzo/Ag. Botafogo

Imagens: TV Nsports

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.