BOTAFOGO PERDE EM MIRASSOL

BOTAFOGO PERDE EM MIRASSOL

O Botafogo foi a Mirassol e perdeu para os donos da casa por 1×0. O pantera reclama muito de um pênalti não marcado no segundo tempo.

Confira os melhores momentos e a entrevista do técnico Paulo Baier no final desta matéria.

Com o revés, o Tricolor caiu para a segunda colocação do Grupo B, com três pontos –um a menos do que o Mirassol, que assumiu a liderança. Na terceira posição está a Aparecidense, que soma um ponto –enfrenta o Volta Redonda na segunda-feira, fora de casa.

Agora, o Botafogo volta a campo pela competição nacional no próximo domingo (4), às 15h, quando encara a Aparecidense em Aparecida de Goiânia.

Antes, o Botafogo joga duas vezes pela Copa Paulista. Na terça-feira (30), disputa o clássico Come-Fogo. Quatro dias depois, encara o Marília.

O JOGO

Com o objetivo de conquistar a segunda vitória consecutiva e manter a liderança, o treinador Paulo Baier repetiu a escalação da vitória sobre o Volta Redonda no último domingo.

Com a mesma formação, o Botafogo procurou marcar forte e explorar o contra-ataque. Porém, o Mirassol criou as duas primeiras oportunidades de gol. Aos 11 minutos, Osman cruzou da esquerda, Negueba antecipou a defesa e cabeceou para fora. Nove minutos depois, Negueba recebeu dentro da área e finalizou cruzado para abrir o placar: 1 a 0.

O time da casa ainda ameaçou com Paulinho, que quase ampliou de cabeça.

Perdendo o jogo, o Tricolor não se abateu e conseguiu equilibrar as ações. Paulo Baier também mudou o esquema tático ao trocar o zagueiro Marcel pelo atacante João Diogo.

A melhor chance do Pantera ocorreu aos 39 minutos, quando Gustavo Xuxa recebeu, carregou a bola e encheu o pé de fora da área, mas o goleiro Darley colocou para escanteio.

No segundo tempo, o Botafogo pressionou o adversário, que procurava se defender e explorar o contra-ataque. Aos 4 minutos, João Diogo recebeu lançamento e tocou de primeira, mas o zagueiro rival cortou com a mão. O árbitro, porém, não assinalou pênalti.

Aos 8 minutos, o Mirassol ameaçou. Camilo cruzou e Pará concluiu para excelente defesa de Deivity.

Após esse lance, o Tricolor dominou a partida e criou duas excelentes chances de marcar. Aos 34 minutos, Gustavo Xuxa ficou com a sobra e chutou da entrada da área no canto e Darley espalmou. No rebote, Salatiel finalizou outra vez e o goleiro rival colocou para escanteio. A bola saiu raspando a trave.

O Pantera insistiu e quase empatou aos 46, quando Salatiel ajeitou para Delgado finalizar e acertar a trave perdendo a chance do empate.

MIRASSOL X BOTAFOGO
LOCAL: Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol
COMPETIÇÃO: 2ª Rodada – Quadrangular final da Série C do Brasileiro
DATA: 27/08/2022
HORÁRIO: 19h
ÁRBITRO: Dyogines Jose Padovani de Andrade
ASSISTENTES: Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antonio Zanotti
VAR: Caio Max Augusto Vieira
CARTÕES AMARELOS: Diego Guerra, Tárik, Deivity e Gustavo Xuxa (Botafogo); Pará, Daniel e Camilo (Mirassol)
CARTÕES VERMELHOS:
GOLS: Negueba, aos 21 minutos do primeiro tempo (Mirassol)
BOTAFOGO: Deivity; Ericson, Diego Guerra e Marcel (João Diogo); Vidal, Tárik (Matheus Carvalho), Fillipe Soutto, Gustavo Xuxa e Jean Victor; Bruno Michel (Lucas Delgado) e Salatiel. Treinador: Paulo Baier.
MIRASSOL: Darley; Leo Duarte, Luiz Gustavo, Rodrigo Sam e Pará; Daniel (Silvinho), Osman (Heitor), Paulinho e Camilo (Marcelo); Vinicius Mingotti (M. Sérgio) e Negueba. Treinador: Ricardo Catalá.

Confira os melhores momentos de Mirassol x Botafogo

Confira a entrevista coletiva do técnico Paulo Baier

Foto: Luiz Cosenzo/Ag. Botafogo

Imagens: TV Nsports

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.