BFC SE DEFENDE DESQUALIFICANDO

A defesa do Botafogo Futebol Clube, um dos quatro réus na ação impetrada por conselheiros pedindo a nulidade do contrato de formação da S/A foi protocolada na 6º vara cível. O BFC apresentou pedido de extinção da referida ação fundamentado em dois pilares, a falta de legitimidade dos autores para pleitear em nome de outro e coautores na ação que faziam parte do Conselho de Administração da S/A.

Coube ao escritório do Dr. Adalberto Griffo e de seu irmão Amauri Griffo a missão de defender o BFC na ação. A defesa procura demonstrar a juíza Dra. Mayra Callegari Gomes de Almeida que os autores não podem requerer em nome deles algo que julgaram errado no ato de outras pessoas ou empresas, ou ainda entidades.

Os argumentos citam artigos, parágrafos, incisos e outros do Novo Código de Processo Civil que embasam a defesa, mas há ainda outras possibilidades, como por exemplo demonstrar que alguns coautores da ação participaram de todos os processos de estudo, viabilização, negociação e implementação da S/A e depois de instituída ainda ocuparam cargos no Conselho de Administração da S/A e que agora querem, através de ação judicial, anular o que eles mesmos ajudaram a fazer. Neste caso a defesa cita nominalmente o Dr. Miguel Mauad Neto e o ex-presidente Rogério Cassius Barizza.

A exemplo dos citados no parágrafo anterior, Alfredo Cristóvão do Carmo Guilherme é colocado na mesma situação, pois era o presidente do Conselho Deliberativo do Botafogo Futebol Clube à época da formação da S/A e presidiu todas as assembleias que trataram o assunto.

Confira a defesa na íntegra:

A defesa do Botafogo Futebol Clube, um dos quatro réus na ação impetrada por conselheiros pedindo a nulidade do contrato de formação da S/A foi protocolada na 6º vara cível. O BFC apresentou pedido de extinção da referida ação fundamentado em dois pilares, a falta de legitimidade dos autores para pleitear em nome de outro e coautores na ação que faziam parte do Conselho de Administração da S/A.
A defesa do Botafogo Futebol Clube, um dos quatro réus na ação impetrada por conselheiros pedindo a nulidade do contrato de formação da S/A foi protocolada na 6º vara cível. O BFC apresentou pedido de extinção da referida ação fundamentado em dois pilares, a falta de legitimidade dos autores para pleitear em nome de outro e coautores na ação que faziam parte do Conselho de Administração da S/A.
A defesa do Botafogo Futebol Clube, um dos quatro réus na ação impetrada por conselheiros pedindo a nulidade do contrato de formação da S/A foi protocolada na 6º vara cível. O BFC apresentou pedido de extinção da referida ação fundamentado em dois pilares, a falta de legitimidade dos autores para pleitear em nome de outro e coautores na ação que faziam parte do Conselho de Administração da S/A.
A defesa do Botafogo Futebol Clube, um dos quatro réus na ação impetrada por conselheiros pedindo a nulidade do contrato de formação da S/A foi protocolada na 6º vara cível. O BFC apresentou pedido de extinção da referida ação fundamentado em dois pilares, a falta de legitimidade dos autores para pleitear em nome de outro e coautores na ação que faziam parte do Conselho de Administração da S/A.
A defesa do Botafogo Futebol Clube, um dos quatro réus na ação impetrada por conselheiros pedindo a nulidade do contrato de formação da S/A foi protocolada na 6º vara cível. O BFC apresentou pedido de extinção da referida ação fundamentado em dois pilares, a falta de legitimidade dos autores para pleitear em nome de outro e coautores na ação que faziam parte do Conselho de Administração da S/A.
A defesa do Botafogo Futebol Clube, um dos quatro réus na ação impetrada por conselheiros pedindo a nulidade do contrato de formação da S/A foi protocolada na 6º vara cível. O BFC apresentou pedido de extinção da referida ação fundamentado em dois pilares, a falta de legitimidade dos autores para pleitear em nome de outro e coautores na ação que faziam parte do Conselho de Administração da S/A.

Comente à vontade, este espaço é seu! Só lembre-se de ser respeitoso para com quem pensa diferente.

%d blogueiros gostam disto: