ADALBERTO BAPTISTA VAI FALAR

Presidente do Conselho de Administração do Botafogo Futebol S/A vai conceder entrevista coletiva nesta sexta-feira (30), para esclarecer dúvidas e responder as perguntas da imprensa sobre a relação com o Botafogo FC, a sequência do projeto e possivelmente apontar o caminho para restabelecer a harmonia entre as partes.

Muitos questionamentos por parte do Conselho Deliberativo do Botafogo FC foram evidenciados nas últimas semanas sobre contratos assinados pelo representante do clube Gerson Engracia Garcia que é o atual presidente da S/A. Possivelmente estes assuntos serão esclarecidos por Adalberto Baptista.

Outro ponto de discórdia é a não aceitação de Dmtri Abreu, atual presidente eleito do Botafogo FC, como presidente da S/A, uma vez que Gerson Engracia já assumiu publicamente que não pretende continuar no cargo, além de já ter formalizado junto ao Conselho de Administração seu desejo através de colocação do cargo à disposição. Na ocasião ficou decidido que um executivo de mercado deveria ser contratado para assumir a presidência em substituição a Gerson.

Foi determinado em ata que o profissional seria captado por uma Headhunter que colocaria alguns perfis para aprovação. Esta aprovação, não se sabe direito quem faria, se a S/A ou o FC, em que pese constar do texto da determinação que a S/A RECOMENDA que o Futebol Clube escolheria o profissional, porém há o entendimento de que a palavra não é determinante, afinal recomendação pode ou não ser cumprida ou até aceita.

O fato é que o impasse está exatamente na representatividade do Futebol Clube junto à S/A. Para o Botafogo Futebol S/A está bom como está, já para o Botafogo Futebol Clube só vai ficar bom se tiver maior representatividade que o majoritário deveria ou poderia ter.

Resta torcer e esperar que nem um lado da sociedade, nem outro saia vencedor absoluto, mas que prevaleça o bom senso, o equilíbrio e a boa vontade em adequar as coisas para que a parceria siga firme e forte, pois para os investidores é bom que o negócio frutifique e renda lucro, para o clube é bom que as contas sejam pagas e o clube se fortaleça no cenário nacional e posteriormente internacional. Enfim, o bom é que ambos sejam atendidos e para isto basta que cada um ceda um pouco para que o clube, principal objeto da sociedade se desenvolva e evolua.

Comente à vontade, este espaço é seu! Só lembre-se de ser respeitoso para com quem pensa diferente.

%d blogueiros gostam disto: