Roberval Davino significa muito mais

Roberval Davino significa muito mais do que só o novo treinador do Comercial

O Comercial FC anunciou na tarde desta sexta-feira a contratação de Roberval Davino para a sequência da temporada. A novidade por si só já é muito boa, mas o que há por trás da contratação do treinador é ainda mais importante.

O Comercial vivia um impasse desde a inesperada eliminação nas quartas de final do paulista da série A3, continuar com o trabalho forte e de bom nível, ou desacelerar para ganhar fôlego financeiro no segundo semestre. Esta decisão teria dois finais distintos, a continuidade da diretoria e dos apoiadores, ou a saga de um presidente solitário.

O presidente Ademir Chiari, homem sério, honesto e muito responsável queria a desaceleração, montar um time humilde e utilizar mão de obra caseira, tanto na comissão técnica, como entre o grupo de atletas, utilizando os remanescentes da A3 com contratos vigentes até o final do ano, ou mais, e a mescla com jovens do time sub-20.

A diretoria queria manter o nível do trabalho, contratar um treinador de bom nível, experiente e que auxiliasse na montagem do elenco para a Copa Paulista, com a intenção de já montar uma boa base para a A3 do ano que vem, sob o risco de não permanecerem com suas funções e se afastarem temporariamente do comando do clube.

A contratação de Roberval Davino trouxe a resposta. O Comercial vai montar um time competitivo, caso conquiste algo mais relevante na Copa Paulista, ótimo, porém a prioridade é estruturar em 2019 o time que vai lutar pelo acesso em 2020.

Viva Roberval Davino que vai servir para montar e trabalhar um time de qualidade e também para ajudar em uma escalada de patamar no ano que vem.

Conheça a carreira de Roberval Davino

NOME – Roberval Davino da Silva
DATA DE NASCIMENTO 12-08-1954 (64 ANOS)
NATURALIDADE – Maceió (AL)
SITUAÇÃO – Em atividade

2019 – Capivariano
2018 – Capivariano
2017 – Murici
2016 – Sergipe
2015 – Paulista
2014 – CRB
2013 – CRB
2013 – Luverdense
2012 – Luverdense
2012 – CRB
2012 – Paysandu
2012 – Catanduvense
2011 – Catanduvense
2011 – Itumbiara
2011 – Grêmio Barueri
2010 – Metropolitano
2010 – Americana
2010 – Liense
2010 – Mogi Mirim
2009 – Linense
2009 – Liense
2009 – Mirassol
2009 – Metropolitano
2008 – Mirassol
2008 – CSA
2008 – CRB
2007 – CRB
2007 – Bragantino
2007 – Ituano
2007 – Guarani
2007 – Santo André
2006 – América-SP
2006 – ABC
2006 – Fortaleza
2006- América-RN
2005 – América-SP
2005 – Remo
2005 – Marília
2004 – Marília
2004 – América-SP
2004 – Santa Cruz
2004 – Mirassol
2003 – Gama
2003 – América-SP
2002 – Marília
2002 – Mogi Mirim
2001 – Figueirense
2001 – CRB
2001 – União Barbarense
2000 – Inter de Limeira
2000 – São Caetano
2000 – Juventude
1999 – Matonense
1999 – Sampaio Corrêa
1999 – Mirassol
1999 – Araçatuba
1998 – Araçatuba
1998 – Matonense
1998 – Mirassol
1998 – Mogi Mirim
1998 – CRB
1997 – CRB
1997 – Vila Nova
1997 – CSA
1996 – CSA
1996 – Vila Nova
1996 – Paulista
1995 – CSA
1995 – Botafogo-SP
1995 – Atlético Goianiense
– Anápolis
1994 – Vila Nova
1994 – Anápolis
1994 – Araçatuba
1993 – Araçatuba
1993 – Vila Nova
1993 – Goiás
1993 – Goiânia
1992 – XV de Jaú
1992 – Juventude
1991 – Novo Horizonte
1990 – Novo Horizonte
1989 – Novo Horizonte
1988 – São Domingos-AL
1987 – São Domingos-AL
1987 – CSA
1986 – CSA
1986 – CRB
1985 – CRB
1984 – CRB

Foto: Brasiliense/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *