Comercial empata com DB em casa

Comercial empata com DB em casa e sai do do G-4 na competição O Comercial ficou no 1x1 com o Desportivo Brasil em Palma Travassos, na tarde deste sábado (09), pelo campeonato paulista

Comercial empata com DB em casa e sai do do G-4 na competição

O Comercial ficou no 1×1 com o Desportivo Brasil em Palma Travassos, na tarde deste sábado (09), pelo campeonato paulista da série A3. O Capivariano venceu o Grêmio Osasco e com esse resultado o Leão do Norte caiu para a 5ª colocação.

O jogo foi de boa qualidade, o Desportivo Brasil, um dos “bichos papões” da série A3, vice-líder da competição e dono de um futebol técnico de qualidade não conseguiu desenvolver seu melhor jogo, pois o Comercial se impôs e encaixou a marcação, tomando conta dos espaços e chegando ao ataque com maior facilidade.

As oportunidades foram criadas, mas os gols não saíram como se esperava de ambas as equipes.  As melhores chances foram do Leão do Norte, mas a falta de pontaria, mais uma vez, impediu que o Comercial conquistasse a vitória.

Ao término da partida os jogadores do Comercial lamentaram a oportunidade perdida, já o goleiro Éder do DB comemorou o resultado, “Nós não queríamos perder, gostaríamos de ter ganho, mas o ponto que conquistamos aqui vai ser muito importante para consolidar nossa classificação. Ganhar um ponto aqui não é para qualquer um, aqui a torcida apoia, inflama, cobra os jogadores e isso é muito difícil de superar, então pra nós o empate foi muito bom”, afirmou o goleiro Éder ao microfone do repórter Marcos Andrez, da Rede Fé FM.

Caio Vieira foi enfático ao afirmar no microfone da Rede Fé que o resultado não foi o que queriam, “O jogo estava muito difícil, se não da pra ganhar, não podemos perder, somamos um ponto e agora vamos buscar a classificação fora de casa”, comentou o artilheiro do Comercial na competição.

Alguns minutos após o término do jogo houve uma confusão muito grande entre dirigentes e familiares do atleta Denner de apenas 17 anos. Muita confusão, gritaria, xingamentos, inclusive com a saída do jovem Denner dos vestiários, participando do bate boca.

Passado mais tempo foi elucidado o que de fato houve. O jogador Denner chutou uma bola para a lateral e caiu no chão, preocupando a todos. Um torcedor mais exaltado xingou muito e com veemência o garoto. O pai de Denner que estava atrás do torcedor, não suportou presenciar seu filho ser xingado e desferiu dois socos na cabeça do torcedor que estava ofendendo o atleta. A partir daí a confusão aumentou, pois a diretoria do Comercial que estava próxima passou a defender o torcedor que estava desabafando e teria todo o direito, uma vez que o protesto contra o atleta era apenas verbal.

O torcedor foi identificado e é um dos patrocinadores do clube, o que fez com que a situação ficasse ainda pior.

Acalmados os ânimos, todos foram para o vestiário principal de Palma Travassos para uma reunião entre dirigentes, comissão técnica e diretoria.

Tudo resolvido e o foco reafirmado que é a busca pelo acesso à série A2 do paulista.

Foto: Rafael Alves Germano/CFC

 

Prestigie nossos parceiros

Seja o primeiro a comentar

Comente à vontade, este espaço é seu! Só lembre-se de ser respeitoso para com quem pensa diferente.