Com humildade, trabalho e profissionalismo, Comercial paga as suas contas

Com humildade, trabalho e profissionalismo, Comercial paga as suas contas e investe em patrimônio e infraestrutura O Comercial FC está colhendo os frutos do excelente trabalho que tem sido realizado

Com humildade, trabalho e profissionalismo, Comercial paga as suas contas e investe em patrimônio e infraestrutura

O Comercial FC está colhendo os frutos do excelente trabalho que tem sido realizado desde o último trimestre de 2017. Muita coisa já foi feita, outras tantas precisam de providencias, mas os frutos já estão sendo colhidos.

Motivos

Diretoria séria, honesta, trabalhadora e altruísta, elenco bem montado, a melhor comissão técnica da divisão e abnegados dispostos a se doar para os interesses e necessidades do clube. Muito provavelmente sejam estes alguns fatores determinantes para o sucesso do Comercial no campeonato paulista da segunda divisão.

Como estava

Rebaixado para a última divisão do campeonato paulista, estádio deteriorado, um ano sem jogar oficialmente em virtude do calendário para esta divisão, vestiário principal, alojamentos, cozinha, gramado, arquibancadas, camarotes, portões e vários outros problemas de infraestrutura necessitando de manutenção, sem meio para transportar as delegações da base para as competições obrigatórias da FPF. Sem receita, dividas com fornecedores, estado e trabalhistas… enfim, um caos! Assim estava o clube em setembro de 2017.

Como está

Único invicto da competição, líder isolado de seu grupo, assim como foi na primeira fase da competição. São 17 jogos sem perder, fora os jogos-treinos e amistosos no período de pré-temporada. Ataque mais positivo da competição com 35 gols marcados e apenas 5 sofridos, o que também lhe confere o título de defesa menos vazada. Nenhuma expulsão, baixíssimo índice de cartões amarelos, o que o posiciona como time mais disciplinado do campeonato.

Salários e premiações rigorosamente em dia. Estádio reformado, vestiário principal, vestiário dos visitantes, vestiário da arbitragem, cozinha, alojamentos, sem contar com os portões enormes que foram totalmente reformados e adequados as exigências da Policia Militar e da FPF.

Aquisição de ônibus próprio, renegociação de dívidas com pagamentos das parcelas rigorosamente em dia, inclusive dividas trabalhistas do passado.

Como?

Com muito trabalho, amor e dedicação ao clube, honestidade, retidão e fundamentalmente com humildade e esforço! Muita humildade! O que não significa subserviência, muito menos humilhação! Um bom exemplo disso é a força de trabalho e cooperação de funcionários, colaboradores e abnegados, como tem sido o trabalho digno de Tomires.

Humildade

Um bom exemplo de humildade e força de trabalho de Tomires que aos 72 anos de idade dos quais 37 dedicados ao Comercial FC, seja como atleta, ou como funcionário e colaborador no antigo Poliesportivo e depois no conselho deliberativo do clube.

Tomires fez do Comercial a sua vida. Ele vive o clube intensamente e faz questão de extrapolar qualquer limite imposto pela sociedade na relação empregado/empregador.

Tomires é “pau para toda obra” e às vezes toma iniciativas como a que está executando desde a semana passada. Ele pega seu banquinho, uma mesinha, um pouco de mercadorias com a marca Comercial FC, um tanto de ingressos e vai para a Praça XV, em pleno calçadão, onde oferece ingressos para o jogo e produtos da loja “Garra do leão”.

Com um autêntico vendedor da região central de qualquer cidade, Tomires utiliza seu carisma e amor pelo clube para vendar cada item pensando exclusivamente no auxilio que sua ação trará para o clube. Este trabalho tem rendido proventos ao clube, que independente da quantidade ajuda no pagamento de dívidas trabalhistas e outras despesas.

Julgamento

Quem de nós nunca passou por dificuldades na vida financeira, pessoal ou empresarial? Que tipo de ser humano tem a condição ética e moral para criticar a quem busca por recursos através de trabalho honesto e digno? Há, infelizmente, manifestações de torcedores nas redes sociais que vão de encontro a forma como é feito este trabalho por Tomires, através de julgamento segundo suas convicções. Isto é correto? Será que estas pessoas que julgam e criticam não fazem a mesma coisa em suas vidas privadas, de forma diferente? Será que estas pessoas contribuíram de alguma forma para que o clube não necessitasse de tanto esforço para se revitalizar?

São muitas as perguntas, mas a lógica indica que a resposta é única, se você consegue fazer melhor, faça! Falar e julgar é fácil, difícil é colaborar com soluções práticas.

Foto: Arquivo pessoal.

Prestigie nossos parceiros

Seja o primeiro a comentar

Comente à vontade, este espaço é seu! Só lembre-se de ser respeitoso para com quem pensa diferente.