Adalberto Baptista visita Botafogo

Adalberto Baptista visita Botafogo, conhece mais profundamente as dependências do estádio Santa Cruz e faz planos para o futuro.

Adalberto Baptista visita Botafogo, conhece mais profundamente as dependências do estádio Santa Cruz e faz planos para o futuro.

Um dos principais investidores da provável Botafogo S/A esteve em Ribeirão Preto nesta segunda-feira (02) para uma visita ao Botafogo FC e seus dirigentes. Adalberto Baptista, um dos proprietários do Grupo Aché, e o empresário Gustavo Vieira, filho de Sócrates foram recebido pelo presidente Gerson Engracia, o vice Otávio Valini Júnior e os ex-presidentes Luiz Pereira e Rogério Barizza no estádio Santa Cruz.

Gentil e muito solícito Adalberto Baptista fez questão de se apresentar e cumprimentar cada um dos presentes no treino, jornalistas, torcedores, colaboradores, sem distinção. A cada um que passasse por perto recebia um sorriso simpático e um aperto de mão acompanhados  de um “ Adalberto, muito prazer”.

A visita

Há poucas informações sobre todos os motivos que trouxeram o presidente do conselho administrativo do grupo Aché até Ribeirão. Alguns deles, óbvios, foram para estreitar a relação com o clube, participar de reunião sobre o andamento da formatação do estatuto que irá reger a nova S/A que vai administrar o futebol do Botafogo e aproveitar para conhecer melhor a estrutura do estádio Santa Cruz.

O tour

Adalberto Baptista andou por todas as dependências do estádio, inclusive a “churrasqueira” que fica acima das arquibancadas. O passeio foi acompanhado pelos dirigentes botafoguenses e por um dos colaboradores do clube de posse de uma trena, fazendo medições conforme Baptista solicitava.

Embora não tenha sido comentado, o passeio pelas instalações, os gestuais e medições deixaram claro que o empresário está visionando algo sobre melhorias futuras na estrutura do estádio, como por exemplo construção de camarotes especiais no lado oposto das sociais.

O estatuto

Equipes de advogados de ambas as partes estão trabalhando duro na confecção do estatuto da nova S/A. O prazo estimado que era de 60 dias pode sofrer adiantamento e ficar disponível para a primeira apreciação em cerca de 45 dias. Enquanto isso há uma possibilidade do clube passar por uma auditoria a pedido de Adalberto Baptista, apenas para documentar todas as informações que já foram passadas pelo clube anteriormente.

Foto: ImprensaLivre.Top

Prestigie nossos parceiros

Seja o primeiro a comentar

Comente à vontade, este espaço é seu! Só lembre-se de ser respeitoso para com quem pensa diferente.