Conselho do Botafogo autoriza sequência para a S/A

Conselho do Botafogo autoriza sequência para a S/A

Conselho do Botafogo autoriza sequência dos estudos e adequações para a abertura de uma S/A por unanimidade. Agora o próximo passa é convocar uma assembléia geral para aprovação do texto final do contrato que deve receber algumas alterações, correções e substituições em determinados artigos do contrato que se fazem necessárias. O Conselho Consultivo do Botafogo formado por 7 ex-presidentes do executivo e do deliberativo, Dr. Miguel Mauad, Luiz Pereira, Rogério Barizza, João Voi, Edson Damasceno, Dr. Edvar Pereira e Dr. Augusto Fonseca, analisaram criteriosamente a minuta e sugeriram algumas alterações pontuais, nada muito complexo, apenas para adequação.

A assembléia

Os conselheiros atenderam a convocação e se fizeram presentes no estádio Santa Cruz em número superior aos 75% necessários para autorizar a sequência dos estudos e negociações para a formalização do contrato da nova S/A que será instituída pelo Botafogo e por executivos ligados ao futebol liderados por Adalberto Dellape Baptista, executivo do grupo Aché.

A sociedade será formada com cotas de responsabilidade diferentes, sendo 60% de posse do Botafogo FC que deverá indicar dois executivos que responderão pela empresa. Os sócios do Botafogo terão 40%. O capital social da S/A será de R$ 20 milhões, sendo 60% perfazendo a quantia de R$ 12 milhões investidos pelo Botafogo FC através de sua marca que foi avaliada por consultores independentes neste exato valor. Já os 40% referentes ao novo sócio equivalem a R$ 8 milhões que serão integralizados em dinheiro ao longo de determinado período.

O investimento

A expectativa é de que sejam aportados cerca de R$ 4 milhões para quitação de débitos dos credores que não estão inclusos no “Ato Trabalhista” e outros R$ 4 milhões para atravessar o ano de 2018, incluindo a série C do brasileiro, sem a necessidade de qualquer antecipação de cota do paulistão 2019.

Estes números são reais, porém a forma como serão integralizados ainda não foram totalmente definidas. A sequência dos estudos e negociações deverão determinar esta questão.

A aprovação final

As adequações devem ocorrer nos próximos dias, inclusive com a presença de Adalberto Baptista que está sendo aguardado em Ribeirão Preto nesta terça-feira (06).

A assembléia geral já foi marcada e acontece daqui há 11 dias, mais especificamente em 16/03/2018.

O funcionamento

A empresa S/A está sendo montada para administrar o futebol do Botafogo, apenas o futebol e seus assunto correlatos, portanto nenhum patrimônio físico do clube faz parte desta sociedade.Por exemplo, o estádio Santa Cruz pertence ao Botafogo FC e não entra na sociedade e a S/A terá que pagar aluguel para utiliza-lo em mandos de jogos do pantera, na proporção estabelecida.

Outro bom exemplo é o Botafanáticos, que é um departamento correlato ao futebol, portanto passa a fazer parte da sociedade. Já atletas que pertencem ao Botafogo atualmente, também são considerados patrimônio do clube e portanto não entram na sociedade.

Com o passar dos próximos dias e fundamentalmente após as pequenas correções e alterações da minuta, outras informações relevantes serão divulgadas para pleno esclarecimento da coletividade botafoguense.

Foto: ImprensaLivre.Top

Prestigie nossos parceiros

  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região
  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região
  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região
  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região
  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região
  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região

Be the first to comment

Comente à vontade, este espaço é seu! Só lembre-se de ser respeitoso para com quem pensa diferente.