Pinho e Michael Douglas liberados para estrear contra o XV de Jaú

Comercial luta para manter a liderança de seu grupo na segunda divisão paulista. O Comercial FC enfrenta o bandeirante de Birigui nesta sexta

O Comercial FC teria dois problemas para o jogo inaugural do Campeonato Paulista Sub-23, que começa para o Leão no próximo dia 08/04, em Jaú, contra o XV, nem o técnico Pinho, nem o zagueiro Michael Douglas poderiam atuar, pois estavam suspenso pelo TJD em virtude de expulsão na partida envolvendo o Primavera de Indaiatuba e o Taquaritinga, agremiação que ambos defendiam na série B do paulista no ano passado.

O jogo aconteceu no dia 21/08/2017, em Indaiatuba, ocasião em que uma confusão generalizada tomou conta de campo de jogo, aos 110 minutos transcorridos, uma vez que o primeiro tempo teve 5 minutos de acréscimo e o segundo tempo foi até os 67 minutos.

Segundo a súmula do jogo, Pinho teria retido a bola com as mãos, retardando o reinício da partida e por esse motivo foi expulso, saindo do campo antes mesmo de receber o vermelho. Ainda segundo o árbitro César Luiz de Oliveira, o treinador foi comunicado posteriormente da expulsão. O relatório da arbitragem informa que a partir desse fato a confusão teria se desencadeado resultando em outras 6 expulsões de atletas e do auxiliar técnico do Primavera.

Michael Douglas foi expulso por desferir socos nos rostos de atletas adversários. Enquadrado no artigo 254-A (A prática de agressão física está descrita no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A pena prevista no artigo é de suspensão que pode variar entre quatro e 12 jogos), foi condenado a pena mínima, 4 jogos.

Pinho foi enquadrado no artigo 258 do CBJD Código Brasileiro de Justiça Desportiva (Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código. PENA: suspensão de uma a seis jogos) e foi condenado a uma pena intermediária, 4 jogos.

O departamento jurídico do Comercial FC atuou na tentativa de conseguir a reversão das penas e conseguiu. O TJD-SP aceitou que ambas as penas fossem substituídas pelo pagamento de cestas básicas para entidades beneficentes. Serão ao todo 19 cestas básicas, 10 para a pena do treinador e 9 para o zagueiro. O clube já está providenciando os alimentos e com essa ação bem sucedida do jurídico, ambos estão liberados para o jogo de estreia do Leão do Norte, dia 08/04, em Jaú, contra a equipe do XV.

Confira a súmula do árbitro na partida que gerou as expulsões.

http://2016.futebolpaulista.com.br/sumulas2.php?cat=74&cam=104&jog=244&ano=2017

Foto: Murilo Bernardes/Wsports

Prestigie nossos parceiros

  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região
  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região
  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região
  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região
  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região
  • ILT - Notícias que impactam Ribeirão Preto e região

Seja o primeiro a comentar

Comente à vontade, este espaço é seu! Só lembre-se de ser respeitoso para com quem pensa diferente.