No Morumbi, Botafogo tenta roubar pontos do SP

Seja pelo abismo na diferença de orçamentos ou pelo retrospecto histórico, enfrentar os grandes, principalmente fora de casa, é uma missão quase impossível para os times do interior na disputa do Paulistão.

É com o sentimento de franco atirador e com o sonho de fazer história que o Botafogo encara o São Paulo, neste sábado (3), às 17h, no Morumbi, pela quinta rodada do Paulistão.

Será a 100ª partida entre as equipes, que se enfrentam desde 1938, quando aconteceu o primeiro amistoso entre os tricolores. Verdade, ao longo destes 80 anos, o São Paulo tem uma boa margem de vitórias. Entretanto, se pegarmos os três últimos jogos, teremos equilíbrio. Uma vitória para cada lado e um empate.

O Botafogo vem de duas vitórias e está em segundo no Grupo D. Já o São Paulo iniciou a competição com dificuldades. Uma vitória, duas derrotas e um empate. Porém, isso não iludi ninguém no Botafogo.

– O São Paulo é um dos maiores clubes do Brasil e tem jogadores que podem desequilibrar a qualquer momento. Até pela preparação, não começaram tão bem, mas nossa equipe precisa ter concentração total, não dar espaço e aproveitar as oportunidades se quisermos voltar pra Ribeirão com um resultado positivo – declarou o técnico Léo Condé.

O comandante botafoguense segue quebrando a cabeça para montar a sua equipe, já que vários atletas seguem entregues ao departamento médico. Nos últimos dias, ele testou algumas formações, mas só vai divulgar a equipe titular nos vestiários do Morumbi. Quem pode fazer a sua estreia é o lateral Taylor, emprestado pelo Palmeiras. Em entrevista coletiva, Condé não confirma a entrada do jogador desde o primeiro minuto. Ele só revelou que Taylor pode ser usado como lateral ou um pouco mais avançado, já que iniciou a carreira como atacante.

A partida será apitada por Raphael Claus, com Alberto Poletto Masseira e Evandro de Melo Lima como assistentes e Daniel Carfora Sottile como quarto árbitro.

CONFRONTO:
O duelo entre Botafogo e São Paulo chegará neste sábado (3) a marca de 100 jogos disputados entre as agremiações, desde 1938, data da primeira partida. São 87 jogos pelo Paulistão, cinco pelo Brasileirão, seis amistosos e uma partida pelo Torneio Laudo Natel.

O Pantera soma 19 vitórias, com 26 empates e 54 triunfos da equipe paulistana. O Botafogo já anotou 94 gols e sofreu 160.

NÚMEROS DO DUELO
99 – Jogos
19 – Vitórias do Botafogo
26 – Empates
55 – Vitórias do São Paulo
94 – Gols do Botafogo
160 – Gols do São Paulo

CURTINHAS:

 O estádio Santa Cruz completou 50 anos de sua inauguração no último dia 21 de janeiro. A partida inaugural foi em 1968, com uma vitória por 6 a 2 do Botafogo sobre a seleção da Romênia.

 Em 2018, o Botafogo também completa seu centenário, que será comemorado no dia 12 de outubro.

 O zagueiro Caio Ruan, de 22 anos, já realizou 54 jogos com a camisa profissional do Tricolor. Capitão do Pantera no vice-campeonato da Copa São Paulo Júnior de 2015, Caio fez o gol da vitória do Botafogo sobre o São Caetano, que praticamente garantiu o acesso do Botafogo à Série C do Brasileiro.

 É o 10º Paulistão consecutivo do Botafogo, desde o acesso de 2009.

 É o primeiro Paulistão do técnico Léo Condé, que assumiu o Pantera em Outubro passado. Em 2015, ele foi vice-campeão do Mineiro pela Caldense.

 Oito jogadores do elenco do Paulistão foram revelados pelo Botafogo, são eles: João Lucas, Geisandro, Júlio Vaz, Carlos Henrique, Caio Ruan, Bruno Rocha, Gabriel Paulista e Wesley.

 O Botafogo contratou 17 reforços para o Paulistão: goleiro Tiago Cardoso, os laterais Diego Tavares, Taylor, Peri, Mascarenhas e Marcos Martins; os zagueiros Naylhor e Plínio, os volantes Serginho, Willian Oliveira e Diones, os meias Danielzinho, Everton Heleno, Dodô, além dos atacantes Jheimy, Lelê, Bruno Moraes.

Foto: Rogério Moroti/Agência Botafogo

Fonte: Agência Botafogo

Prestigie nossos parceiros

Seja o primeiro a comentar

Comente à vontade, este espaço é seu! Só lembre-se de ser respeitoso para com quem pensa diferente.